Review: Worth the Fall - Claudia Connor

sexta-feira, janeiro 16, 2015
Série: The McKinney Brother #1
Lançamento: Setembro de 2014.
Páginas: 321
Idioma: Inglês
Gênero: Romance; Contemporâneo; Adulto.
Onde Comprar: e-book -> Amazon BR
Sinopse: Eles se conhecem em uma praia. . . . Abby Davis não está usando um biquíni revelador ou bebendo uma daquelas bebidas com guarda-chuvas. Não enquanto ela por ai correndo atrás de seus quatro filhos pequenos. E Matt McKinney não está à procura de diversão, ele é um SEAL da Marinha, um homem adulto e com uma longa lista de missões. . . e irmãos falecidos. Eles têm apenas uma semana. . . . Abby trouxe seus filhos para a praia com o intuito de um novo começo, para dar a eles as memórias felizes que eles tanto merecem. Matt foi afastado por uma lesão em combate, e assombrado pelo melhor amigo que perdeu e pela a promessa que lhe dez: continuar a ser um SEAL - dedicado e focado. Mas isso não lhe deixa tempo para ter o que ele sempre quis: uma família. Mas uma semana é tudo o que é preciso. . . . Matt abre o coração de Abby enquanto ela acalma sua alma. E embora eles pretendem dizer adeus quando a semana acabar, algo mágico acontece naquela praia, algo que nenhum deles consegue esquecer. Algo que vale absolutamente e completamente a pena.
Worth the Fall foi provavelmente um dos livros mais fofos que eu já li. Sabem aquela leitura gostosa que deixa você relaxar mas ao mesmo tempo te envolve profundamente na história? Pois bem, é exatamente esse o caso com esse livro.  Não é uma comédia, na realidade ele é um drama mesmo. Mas nada pesado, tem apenas o suficiente para nos deixar presos e envolvidos na história.

Ele conta a história do Matt e da Abby. Ele é um SEAL da marinha que está de férias na praia para se recuperar de um ferimento leve na cabeça. Um dia andando pela a praia ele esbarra com com a Abby e os seus filhos. Ela é uma jovem mãe viúva, que está grávida do seu quinto filho.

Alguma coisa nela o intriga ao ponto de ele não conseguir tira-la da cabeça. E pra completar o pacote, as crianças são extremamente fofas, fazendo com que ele fique completamente encantado. No fim das contas, ele fica tão envolvido com essa família que ele acaba passando cada minuto dessa semana na praia ao lado deles.

No entanto, o Matt e a Abby vivem vidas completamente opostas. A dele é constituída de missões perigosas. E a da Abby é de ficar em casa e viver em função dos seus filhos. Ele sabe que deixar-se envolver mais e mais por ela e os seus filhos pode ser um caminho sem volta. O Matt não está satisfeito com a sua vida. Ele chegou a um ponto em que ele não quer mais ser apenas um SEAL. Ele também quer uma família, o problema é que mulher e filhos não combinam exatamente com uma vida de missões perigosas e a milhões de distância. 

Já a Abby com medo de se envolver e ser mais uma vez deixada para trás como sempre aconteceu em sua vida, se vê reticente a possibilidade abrir o coração para ele.

Mas deixa eu frisar que ver um macho alfa todo durão e protetor brincando com uma garotinha de barbie foi uma coisa muito fofa. Aliás, a forma como ele se abriu para todas essas crianças - que não são suas - foi uma das coisas mais lindas que eu já li. Todos os momentos dele com as crianças e com a Abby foram absolutamente adoráveis. Ele se apaixonou perdidamente por ela e pelas as crianças.

Depois que as férias acabam e eles tem de seguir os seus caminhos, ele simplesmente percebe que não consegue mais ficar longe de todos eles, e assim ele começa a visita-los sempre que possível, tornando-se ainda mais parte da vida deles. Ele fica sem saber o que fazer e qual o caminho certo a tomar. A Abby já completamente apaixonada por ele, se vê com medo de se abrir demais e se colocar vulnerável a ponto de ser mais uma vez magoada.
"Ela é tudo o que ele sempre quis mas nunca pensou que teria. Ela o amava e ela o possuía, corpo e alma."
Eles são personagens encantadores e eu diria que as crianças são a cereja do bolo de tão fofas que são. A história é realmente muito boa. Eu diria que ela segue uma linha meio Nora Roberts com Kristen Ashley. O livro é contado em terceira pessoa e reveza nos pontos de vista dela e dele. Enfim, pra quem curte esses tipos de romances, essa é uma boa dica.
Tecnologia do Blogger.