"Quanto mais se lê, mais coisas você saberá. Quanto mais souber, mais lugares você chegará". - Dr. Seuss

Mais informações »

Especiais

Livros mais esperados no Brasil em 2016.
Mais informações »

Resenha Nacional

Segundo volume da série A Rainha Vermelha.
Mais informações »

Resenha Nacional

Mais informações »

Resenha Extrangeira

Indie

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Review: You Don't Have to Say You Love Me - Sarra Manning


Nome Traduzido: Você Não Precisa Dizer Que Me Ama.
Língua: Inglês
Editora: CB Creative Books
Páginas: 560
Gênero: Romance, Contemporâneo, Adulto.
Lançamento: Agosto de 2013.
E-book Amazon BR
Doce e apaixonada por literatura, Neve Slater sempre segue as regras e a regra número um é de que garotas gordas como ela nunca ficam com os caras lindos e maravilhosos como William, o herdeiro do coração de Neve desde a universidade. Mas William tem estado em LA por três anos, e Neve tem emagrecido e se reinventando para que quando ele volte, ele se apaixone pela a sua nova versão. Dessa forma, ela não tem estado muito interessada em outros caras. Até que sua irmã Celia a lembra que se ela quiser que William pense que ela é uma mulher experiente e não a garota desajeitada e esquisita que ele deixou para trás, então é melhor que tenha alguma experiência. O que Neve precisa é de alguém que lhe mostre os caminhos , alguém como o colega de trabalho de Celia, Max. Malicioso, superficial e sexy. E como ele é um mulherengo e não é o tipo de Neve, ela certamente não se apaixonará por ele. Porque William é o homem para ela... certo?
'You Don't Have to Say You Love Me' era um daqueles livros que as vezes a gente tem intocado no kindle por anos a fio, sabe!? Mas ai esses dias eu li um outro livro que me lembrou muito do enredo desse romance e acabou que eu tive vontade de mergulhar nessa história. E olha, sinceramente, esse livro foi tudo o que eu queria no momento. Inclusive estou em um sério caso de DPL (depressão pós livro). Há muito tempo que eu não lia um chick lit, normalmente eu caio para o lado de leituras mais densas, mas de vez em quando é bom ler algo mais leve e doce. Mas quando digo doce e leve, isso não quer dizer que ele também não tenha tido a sua carga de drama e momentos intensos. Na verdade, ele ficou bem completo, tendo a dose perfeita de tudo, inclusive humor.

Esse aqui é um chick lit bem grandinho - com muito mais de 500 páginas,- mas o livro flui de uma forma bem impressionante, embora ele tenha tido algumas partes que eu achei um pouco cansativas e que poderia ser dispensadas sem problemas, mas por outro lado, talvez tenha tido a sua relevância afim de compreendermos melhor a personagem principal. Ele tem também um tom bem realista, sabe?! A autora não nos apresenta personagens muito perfeitinhos e nem soluções simples. Ao mesmo tempo é uma história de fácil identificação. Situações que facilmente eu ou você poderíamos viver.

Enfim, sobre o que se trata? Ele é ambientado em Londres e basicamente conta a história de uma mulher de 25 anos tentando encontrar o seu verdadeiro "eu". Neve por toda a vida foi obesa e o problema é que ela não era uma pessoa feliz e satisfeita com a sua aparência. Por conta disso nunca se sentiu a vontade consigo mesma, sempre sofreu bullying - inclusive da própria cunhada -, e nem nunca teve um relacionamento, sempre mergulhada nos livros. 
“Ela já estava tão exausta de amores não correspondidos, amores platônicos e todos os outros amores que não eram passionais, românticos ou do tipo "não vivo sem você", "tenho que te ter agora" e "a batida do seu coração corresponde a batida do meu".
Cansada disso, ela resolveu emagrecer e desde então já perdeu mais da metade do que costumava ser nos últimos três anos. Hoje ela mudou o seu hábitos alimentares, segue uma dieta rígida, faz exercícios físicos com um personal seis vezes por semana e tem o objetivo final de caber no tamanho 40. Além disso, o cara que ela tem uma paixão platônica desde a faculdade e que se mudou pra Califórnia há três anos atrás, estará voltando para Londres em 6 meses e ela quer que ele a veja completamente magra, no entanto ela ainda tem alguns quilos a perder.

No entanto, a Neve percebe que no alto dos seus 25 anos, ela não pode simplesmente chegar para o cara dos seus sonhos e se declarar sem ter tido qualquer tipo de experiência em relacionamentos. E ai com isso ela começa a se abrir para as possibilidades de conhecer outras pessoas sem ter nada sério. Já ouviu falar em "pancake relationship"? Pois é, nem eu, mas quando ela explicar, vai fazer perfeito sentido. Rsrs E ai ela conhece o Max. E afinal de contas o que o poderia dar errado em se envolver com um cara gato, sexy e com nenhuma vontade de ter um relacionamento a longo prazo? 

Max e a Neve não poderiam ser mais diferentes. Mas depois de um encontro desastroso entre os dois e dela abrir quase todos os seus problemas para ele, por um motivo que a gente só depois descobre no livro, o Max que apesar de não gostar de namorar e nunca ter se comprometido com alguém antes, resolve ajuda-la nessa empreitada e assim os dois começam a sair juntos e embarcam nesse relacionamento temporário. A Neve não espera que sentimentos entrem no meio e atrapalhe o esquema, primeiro porque ela ama o William e segundo porque acha que o Max não é o tipo de cara que se apaixonaria por ela, então ela abraça as possibilidades e tenta aprender o máximo possível. Mas será que ao fim desses seis meses, quando o William voltar e ela já tiver adquirido com o Max a experiência que precisaria, será possível cada um seguir o seu caminho?!

A Neve não foi uma das personagens mais agradáveis que eu já li, confesso que por vezes as suas inseguranças e medos me dava nos nervos. Ao mesmo tempo é engraçado que a própria insegurança dela cria essa enorme empatia com o leitor. Eu senti a Neve em cada aspecto da sua jornada e isso me trouxe uma grande compreensão da personagem. No entanto, não me impediu de as vezes perder a paciência quando ela as vezes se tornava extremamente auto crítica ou neurótica consigo mesma.

O Max por sua vez, também não foi daqueles protagonistas mais arrasa corações que eu já li, mas tem algo de especial sobre ele que realmente me conquistou. Ele é editor de uma revista de moda e é super mulherengo, mas quando ele conhece a Neve é como se ele estive conhecendo algo real pela a primeira vez. Ele gosta dela exatamente como ela é, apesar das inseguranças dela os manterem a uma certa distância. Ele também tem alguns problemas escondidos por trás da fachada de cara galanteador e engraçado. No fim, ele é meio sozinho e extremamente sensível, e só queria ser amado por quem ele realmente é e não o tem que tem a oferecer.
"Eu quero te ver nua... Eu quero que você se sinta confortável comigo. Eu quero que você confie em mim como eu já confiei em você com um monte de coisas que eu nunca contei para ninguém e bem, eu praticamente já vi cada pedacinho seu. Talvez não tudo de uma só vez, mas eu já vi o seu corpo."
O melhor do livro sem dúvida, foi ver os dois se descobrindo, se conhecendo melhor, vendo quem eram aquelas pessoas por trás daquela aparência, passando tempo juntos, construindo uma amizade real. E ao mesmo tempo, vendo as linhas das regras pré definidas que ambos criaram começarem a borrar, ver cada um deles derrubando um no outro as paredes de proteção que cada um criou para si, as inseguranças e medos irem embora... 
"Como você se parece é uma parte de quem você é - mas isso não é tudo o que você é."
Eu gostei também das histórias paralelas. Foi interessante porque assim tivemos uma dimensão maior da vida dela e não ficou apenas focado no romance. O livro abriu para os relacionamentos dela com o personal mostrando toda a sua dedicação diária. Os seus amigos e uma relação até muito legal com a irmã dela. A parte dela com a cunhada também foi muito boa e enriqueceu bastante o livro. A única história paralela que eu achei bem chatinha além da parte do William foi a do trabalho dela. Dispensava fácil! Ahhh sim! E já estava me esquecendo do Keith, cachorro do Max! Como é possível!? Uma graça de cachorro! 

Enfim, super recomendo, gente! O livro é mais do que um romance. A trajetória da Neve de auto conhecimento e aprendizado para no fim gostar de si mesma foi muito bacana de acompanhar. Agora eu entendo que para algumas pessoas talvez o livro não agrade muito pelo o complexo de inferioridade da Neve. Mas se tiver paciência com a personagem, talvez você consiga aproveitar a leitura. Afinal, Roma não foi construída em um dia.
'Eu estou tentando Celia' disse ela implorando. 'Eu fui gorda a minha vida inteira, eu tenho sido um tamanho 42 por só cinco minutos. Leva um tempo pra se ajustar'.
Esse livro teria sido quase perfeito pra mim se ele tivesse tido um epílogo. Essa história mais do que merecer, grita por um epílogo! Uma pena! 
Mais informações »

terça-feira, 20 de junho de 2017

[Adaptações] Livros adaptados para 2017/2018

Nossa, gente! É tanto mas tanto livro sendo adaptado para as telonas nesses últimos anos que tem sido até difícil acompanhar o progresso desses projetos. Todos os dias a gente descobre que algum queridinho nossa virando filme ou série de tv. Por isso, afim de ficarmos melhor informados e saber em que pé que está algumas dessas adaptações, selecionei aqui alguns dos livros que tem tido mais destaque na mídia ultimamente e alguns poucos que eu sempre tive vontade de ler ou que o enredo me deixou curiosa. Mas, no fim, percebi que eu fiquei com vontade de assistir todos. rsrs E você, quais os filmes te chamam mais atenção e que você quer mais assistir?
Confira:

Pós-Produção

Extraordinário
O livro, que passou 32 semanas entre os mais vendidos do New York Times, conta a história de um menino de dez anos chamado Auggie Pullman (Tremblay), impedido de frequentar a escola por conta de uma deformidade facial. Começando a quinta série em uma nova escola, ele luta para mostrar aos seus colegas de classe que, apesar das aparências, ele é apenas um garoto comum. A história deve explorar a temática do bullying por diversos pontos de vista. Dirigido por Stephen Chbosky, Roberts faz o papel de Isabel, mãe do garoto, enquanto Owen Wilson é Nate, o pai. Extraordinário chega aos cinemas brasileiros em 23 de novembro.


Assassinato no Expresso do Oriente
Na trama, um luxuoso trem é parado por uma tempestade de neve na Iugoslávia quando se descobre que na noite anterior um passageiro foi assassinado. O elenco tem nomes de peso como Penélope Cruz, Daisy Ridley, Johnny Depp, Michelle Pfeiffer, Josh Gad, Kenneth Branagh, Willem Dafoe, Judi Dench, entre outros. Branagh também é o diretor e a estreia nos EUA está marcada para 10 de novembro.



Depois Daquela Montanha

Adaptação do romance de Charles Martin. Ashley, uma jornalista que está indo preparar seu casamento, e Ben, um doutor voltando de uma conferência médica, iriam pegar o mesmo avião, mas o voo é cancelado e os dois estranhos decidem fretar um jatinho. Durante a viagem o piloto sofre um ataque cardíaco e o avião cai em uma região montanhosa coberta por neve. Um romance começa a ganhar força enquanto eles tentam sobreviver, feridos e perdidos. O longa conta com Idris Elba e Julia Robers no elenco e deve chegar ao Brasil em 2 de novembro de 2017.


A Torre Negra
Um pistoleiro chamado Roland Deschain percorre o mundo em busca da famosa Torre Negra, prédio mágico que está prestes a desaparecer. Essa busca envolve uma intensa perseguição ao poderoso Homem de Preto, passagens entre tempos diferentes, encontros intensos e confusões entre o real e o imaginário. Baseado na obra literária homônima de Stephen King esse filme de fantasia foi dirigido por Nikolaj Arcel e conta no longa com nomes como Idris Elba e Matthew McConaughey. Estréia marcada para 24 de agosto de 2017.



Forever My Girl
Na adaptação desse romance de Heidi McLaughlin estrelado por Alex Roe e Jessica Rothe, um homem foi um astro quarterback do futebol e estava pronto para se casar com sua namorada da escola. Mas então ele a deixa no altar e decide seguir carreira na música country. Depois de se tornar um cantor famoso, ele volta para casa 10 anos mais tarde na esperança de se reunir com seu verdadeiro amor e também com a filha que ele nunca soube que tinha. O filme está programado para chegar aos cinemas dos EU ainda esse ano.


Simon Vs Agenda Homosapiens
O filme será dirigido por Greg Berlanti, escrito por Isaac Aptaker e Elizabeth Berger e a produção caberá ao mesmo time que levou A Culpa é das Estrelas para os cinemas. No romance de Becky Albertalli, Simon tem 16 anos e vive uma paixão secreta e um dilema. Será que precisa mesmo sair do armário e contar aos pais e amigos de infância que é gay? Mas por que ele precisa passar por esse constrangimento? Por que adolescentes héteros não têm que passar por isso?

Pré-Produção

Dumplin
Baseado no livro homônimo de Julie Murphy, Dumplin conta a história da adolescente Willowdean Dickson, filha de Rosie, que, mesmo não correspondendo aos padrões de magreza, sempre esteve à vontade com o próprio corpo. Porém, por conta de novas amizades, a garota passa a duvidar de si mesma e resolve se inscrever em um concurso de beleza junto de outras candidatas improváveis para mostrar que merece estar ali tanto quanto qualquer outra garota magra. A adaptação será dirigida por Anne Fletcher, produzida e também escrita por Kristin Hahn e Michael Costigan. O elenco por enquanto conta com Jennifer Aniston que estrelará como Rosie, mãe da Dumplin.

O Segredo do Meu Marido
Da mesma escritora do bestseller, 'Big Little Lies', a história acompanha Cecilia Fitzpatrick descrita como uma 'perfeccionista crônica' que é empurrada para fora de sua bolha da classe média quando encontra um bilhete deixado por seu marido, com instruções para que ela lesse apenas após sua morte. O problema é que ela encontrou a nota enquanto o marido ainda estava vivo. Quando ela descobre o segredo que seu marido estava escondendo há anos, ela percebe que sua vida inteira foi construída sobre segredos e assassinatos. O filme será produzido e estrelado pela a Blake Lively, mas o projeto ainda está em fase inicial e sem diretor.

O Rouxinol
Da lista de mais vendidos do The New York Times. Kristin Hannah já vendeu 12 milhões de livros no mundo. Esse filme será dirigido por Michelle MacLaren (Breaking Bad) e o roteiro assinado por Ann Peacock, porém o filme ainda não tem elenco definido e nem data de lançamento. Passada na França durante a Segunda Guerra Mundial, a trama do livro segue duas irmãs com experiências bem diferentes do conflito. Enquanto uma delas luta por sua sobrevivência e protege a filha após o marido ir para as linhas de frente, a outra acaba se apaixonando por um guerrilheiro e juntando-se à Resistência francesa. Mas, separadas pelas circunstâncias, divergentes em seus ideais e distanciadas por suas experiências, as duas irmãs têm um tortuoso destino em comum: proteger aqueles que amam em meio à devastação da guerra – e talvez pagar um preço inimaginável por seus atos de heroísmo.

Mentes Sombrias
O livro YA de ficção científica de Alexandra Bracken vai ganhar uma adaptação para os cinemas com a direção de Jennifer Yuh Nelson. Chad Hodge, foi quem adaptou o livro e fez o roteiro. e aliás, o elenco já conta com nomes como Amandla Stenberg (‘Jogos Vorazes’), Mandy Moore e Gwendoline Christie (Game of Thrones’). O livro é uma combinação de super-herois com histórias pós-apocalípticas como. Na trama, um vírus fatal ataca somente crianças e adolescentes. Quando alguns sobreviventes desenvolvem super poderes, eles são classificados como perigosos pela e para a sociedade, e são retirados de suas famílias para viverem em campos de “reabilitação”.

After

Baseado no livro homônimo escrito pela autora Anna Todd, o longa conta com Susan McMartin (Mom) para adaptar o primeiro livro para os cinemas e Jennifer Gibgot, como produtora. Gregg Sulkin já está confirmado no elenco enquanto recentemente o ator Daniel Sharman pulou fora do projeto. O filme ainda está em pré produção, mas o estúdio Paramaunt espera poder lança-lo no ano que vem. A trama gira em torno de de Tessa, de 18 anos, saindo da casa da mãe para ir para a faculdade. Até então, sua vida se resumia a estudar e ir ao cinema com o namorado doce que conheceu ainda criança. Ela divide um quarto com uma amiga festeira e, no primeiro dia de aula, conhece Hardin, um jovem rude, tatuado e com piercings, que implica com seu jeito de garota certinha. Logo, no entanto, os dois se envolvem e Tessa, descobre novos desejos. Hardin revela seu passado cheio de fantasmas e Tessa precisa decidir se deve se arriscar por esse amor intenso e avassalador. Uma coisa é certa: depois de Hardin, Tessa nunca mais será a mesma.


Outras adaptações em projetos iniciais.
PS: Estilhaça-me será produzido em forma de série de tv, enquanto os outros em filme.

     
Mais informações »

domingo, 18 de junho de 2017

Resenha: Lead (Stage Dive #3) - Kylie Scott


Série: Stage Dive 
Nome Original: Lead
Volume: 3º
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 368
Gênero: Romance, Contemporâneo, Adulto.
Lançamento: agosto de 2016.
Embarque em mais uma aventura com os roqueiros sensuais de Stage Dive, a série New Adult de Kylie Scott, autora best-seller do The New York Times. Como vocalista da banda Stage Dive, Jimmy sempre teve tudo na hora que quis, fosse bebida, drogas ou mulheres, até que a destruição de sua reputação na mídia serviu de alerta e o conduziu à reabilitação. É neste momento que Lena surge em sua vida. Contratada para ser a assistente que tem como missão mantê-lo longe de problemas, ela não planeja aguentar desaforos do sensual roqueiro, e está determinada a manter a relação em nível estritamente profissional, apesar da química efervescente entre eles, até que Jimmy vai longe demais e Lena vai embora. Isso o faz perceber que talvez tenha perdido a melhor coisa que já lhe aconteceu.
Bom, inicialmente quando vi os livros dessa série serem lançados e inclusive com algumas resenhas destacando o quão bom eles eram, até imaginei que eles fossem realmente bons, mas não empolguei, pensei que fossem apenas mais um dentre tantos outros romances envolvendo alguma banda de rock n' roll. E bem, não sei quanto aos outros - porque li apenas 'Lead',- mas em relação a ele, eu confesso que estava enganada. Até porque rock n'roll, fã clubs, shows e esse tipo de coisa nem se quer aparecem nesse volume, o que inclusive me surpreendeu. Provavelmente porque a referida banda estava "dando um tempo". 

Me interessei por 'Lead' por acaso. Vi que ele fazia parte de uma das listas de "amores não correspondidos" do site goodreads e como eu amo essas histórias e ele tinha uma boa nota, nem pensei duas vezes e comprei. E olha, mesmo ele já sendo o terceiro livro da série, não é necessário ler os outros para se ter uma boa compreensão da história, a gente consegue captar bem a dinâmica dos personagens, inclusive até despertando a nossa curiosidade para ler os outros.

Cada livro conta a história de um participante da banda de rock "Stage Dive' e em 'Lead' a gente conhece mais especificamente o vocalista, Jimmy. E a história começa com a Lena sendo demitida e o Mal percebendo pelo o seu comportamento meio atrevido, osso duro de roer e do tipo que não leva desaforo pra casa que ela seria a pessoa perfeita pra assumir o cargo de assistente pessoal em tempo integral do Jimmy. E isso com o propósito de "vigia-lo" para que ele não caia em tentação, uma vez que ele recentemente saiu de uma clínica de reabilitação para dependentes químicos.

O Jimmy é uma pessoa extremamente difícil de lidar. Ele é uma pessoa muito machucada e por isso se fecha completamente para qualquer tipo de sentimento e para a maior parte das pessoas. Também não é de muita conversa e quando quer pode ser até mesmo bem grosseiro e a Lena não é o tipo de mulher que se intimida, ela enfrenta de igual para igual e não o deixa passar por cima dela e por essa razão, eles estão constantemente vivendo como gato e rato, mesmo que no fundo ela só queira o bem dele. 
"Eu o observava com frequência, não conseguia evitar. E, quando eu não podia contemplá-lo, pensava nele. Pensava basicamente em como não queria sentir nada por ele, mas mesmo assim sentia. Estava enlouquecendo."
Como ela passa a morar com ele e o trabalho exige que ela esteja por perto 24h por dia, eles acabam ficando muito próximos, e se torna impossível para a Lena não notar o Jimmy. Não apenas a aparência, mas o cara escondido por trás da beleza da qual tanto a atrai. E conforme eles vão se conhecendo melhor, o relacionamento deles também vai mudando. O Jimmy começa a depender da força, companhia e principalmente da amizade da Lena. E ela por sua vez, começa a se apaixonar por ele, mesmo sabendo que não é correspondida. Assim, ela passa a esconder os seus sentimentos por ele e fingir que nada mudou na relação dos dois. Mas quando a verdade vem a tona, a única forma de não perder o que eles construíram é encontrar uma forma de fazê-la superar essa paixão.
“Não me odeie, Lena,” ele sussurrou. “Você quer ficar com raiva de mim quando eu tomo atitudes idiotas, tudo bem. Mas nunca me odeie. Eu não suportaria, não vindo de você.”
O ponto alto desse romance é que ele vai se desenvolvendo bem gradualmente. Aqui não existe amor instantâneo, pelo o contrário, como eu disse, a história é basicamente sobre um amor não correspondido. E quando digo não correspondido gente, é não correspondido mesmo. A gente vê pelo o ponto de vista da Lena a sua quedinha se transformar em um grande amor e isso para ela dentro de uma circunstância incomoda  e relativamente "forçada" por parte dele que não lhe dá muitas escolhas.
"Porra, ele era bonito por dentro e por fora, e ele nunca seria meu. Essa informação sentou certa e segura dentro de mim me transformando em pedra porque era absolutamente inegável. Mas eu ainda era esperada para ficar aqui, estar com ele, e apoiá-lo, o trabalho que eu tanto queria e não queria com todo o meu coração."
Enfim, eu amei esse romance e o li de uma só vez. Na verdade, não conseguia tira-lo da cabeça e todo o tempinho livre que eu tinha, tirava o meu celular da bolsa e lia mais um pouco. O livro é viciante. Os personagens são cativantes e fáceis de se identificar, especialmente a Lena. Ela é o tipo normal de garota. É um pouco acima do peso e isso a faz um pouco insegura sobre o seu corpo que não corresponde exatamente aos padrões da sociedade, mas ao mesmo tempo, ela também não é daquele tipo de heroína que se auto deprecia por isso, ela aceita o corpo que tem e está satisfeita com isso. 

Esses dois fazem um par bem diferente e interessante de acompanhar, especialmente porque é um romance que vai crescendo com o tempo, e eu sou especialmente fã desses livros. O Jimmy e a Lena não poderiam ser mais diferentes em termos de personalidade e estilo de vida, mas ao mesmo tempo eles se tornam a base um do outro. Foi bem bonito o desenvolvimento desse relacionamento. Indico esse livro. Foi realmente uma boa surpresa e com certeza um dos meus favoritos do ano.
Mais informações »

terça-feira, 30 de maio de 2017

Lançamento de junho de 2017 no Brasil

O terceiro volume da série Entrelinhas, da autora dos sucessos Easy, Breakable e Sweet. A vida de celebridade de Reid Alexander é um livro aberto. Cada relacionamento fracassado, cada noitada, cada erro estampam as páginas dos jornais. O mais recente desses erros acabou com seu carro, destruiu uma casa e o fez parar no hospital, além de enfrentar um processo por dirigir embriagado. Enquanto sua equipe de assessores trabalha dia e noite para limpar sua imagem, uma coisa é clara: desta vez ele não vai escapar sem pagar por isso. Quando Reid é condenado a prestar serviços comunitários sob a supervisão de Dori Centrell, ela não fica nem um pouco impressionada com a fama dele, além de indiferente à sua proximidade. Logo, tudo o que Reid mais quer é derrubar Dori de seu pedestal e provar que ela é apenas humana. Contando os dias para o mês de serviço dele terminar, Dori luta para ignorar a atração por Reid, enquanto o desafia a reconhecer o próprio potencial desperdiçado. Mas Dori também tem seus segredos, guardados lá no fundo, até que uma noite acaba virando seu mundo de cabeça para baixo. De repente, a única esperança de redenção para Dori e Reid depende de uma escolha que ambos precisam fazer: ter fé um no outro ou não.
Lançamento: 2 de junho
Amazon

Ninguém sabe exatamente como nem onde começou. Uma pandemia global de combustão espontânea está se espalhando como rastilho de pólvora, e nenhuma pessoa está a salvo. Todos os infectados apresentam marcas pretas e douradas na pele e a qualquer momento podem irromper em chamas. Nos Estados Unidos, uma cidade após outra cai em desgraça. O país está praticamente em ruínas, as autoridades parecem tão atônitas e confusas quanto a população e nada é capaz de controlar o surto. O caos leva ao surgimento dos impiedosos esquadrões de cremação, patrulhas autodesignadas que saem às ruas e florestas para exterminar qualquer um que acreditem ser portador do vírus. Em meio a esse filme de terror, a enfermeira Harper Grayson é abandonada pelo marido quando começa a apresentar os sintomas da doença e precisa fazer de tudo para proteger a si mesma e ao filho que espera. Agora, a única pessoa que poderá salvá-la é o Bombeiro – um misterioso estranho capaz de controlar as chamas e que caminha pelas ruas de New Hampshire como um anjo da vingança. 
Do aclamado autor de A estrada da noite , este livro é um retrato indelével de um mundo em colapso, uma análise sobre o efeito imprevisível do medo e as escolhas desesperadas que somos capazes de fazer para sobreviver.
Lançamento: 3 de junho
Amazon

Angra está vivo, sua Ruína está se espalhando - e ninguém está a salvo. Meira fará de tudo para salvar seu mundo. Com Angra tentando derrubar suas defesas, ela precisa aprender a controlar sua própria magia desesperadamente - então quando o líder de uma misteriosa Ordem de Paisly se oferece para ensiná-la, Meira agarra a oportunidade. Mas o necessário para impedir a Ruína está escondido em um labirinto subterrâneo, abaixo dos Reinos Estações. Para derrotar Angra, Meira terá que adentrar o labirinto, destruir a própria magia que ela está aprendendo a controlar - e fazer o maior sacrifício de todos. Mather fará de tudo para salvar sua rainha. Ele precisa unir os Filhos do Degelo, achar Meira - e finalmente confessar como realmente se sente. Mas com um plano de ataque que não poupa nenhum reino e uma surpreendente traição em seus ranques, ganhar a guerra - e proteger Meira - está cada vez mais fora de alcance. Ceridwen fará de tudo para salvar seu povo. Angra ordenou a morte de seu irmão, roubou seu reino e a fez prisioneira. Mas quando ela é solta por um aliado inesperado que revela uma verdade chocante sobre o mercado de escravos de Verão, Ceridwen deve agir para salvar seu verdadeiro amor e seu reino, mesmo que isso custe o pouco que ela ainda tem. Enquanto Angra espalha a Ruína pelo mundo, Meira, Mather e Ceridwen deverão unir os reinos de Primoria... ou perder tudo.
Lançamento: 5 de junho
Amazon

Romance, aventura e uma boa dose de erotismo são os ingredientes que dão liga a O selvagem, segundo da série O Homem dos Meus Sonhos. Depois de O estranho, a norte-americana Kristen Ashley conta agora a história de Brock Lucas, um típico brutamontes que não mede esforços para conseguir o que quer, e Tessa O’Hara, uma mulher doce que esconde um grande segredo. Quando ele a convida para uma cerveja, Tess não imagina que Brock é um agente que se aproximou dela para investigar os crimes de seu ex-marido. Ao descobrir a verdade, ela tenta se convencer de que Brock não é o homem dos seus sonhos e tem certeza de que precisa pôr fim a este relacionamento. Mas ele não está disposto a deixá-la ir. Pelo contrário, Tess tornou-se um vício incontrolável para Brock. E o agente selvagem está mais disposto do que nunca a finalizar seu trabalho. E a conquistá-la de vez.
Lançamento: 16 de junho
Amazon

Baseado nos diários da escritora Jane Austen na adolescência, este divertido romance juvenil é uma história de aventura, mistério, fofocas e, claro, flertes e paixões. Uma das autoras mais queridas em todo o mundo, cujo bicentenário de morte ocorre este ano, Jane Austen (1775-1817) segue arrebanhando uma legião de fãs em pleno século XXI com romances nos quais retrata a sociedade inglesa de sua época com precisão e ironia. Em Jane Austen roubou meu namorado, a escritora irlandesa Cora Harrison recria, para os jovens de hoje, a atmosfera dos livros da própria Jane Austen mesclando ficção e dados reais, a partir dos diários da autora de Orgulho e preconceito. O livro retrata as peripécias amorosas da futura escritora, que já se considerava uma especialista em assuntos do coração, e de sua prima Jenny.
Lançamento: 16 de junho
Amazon

Scarlett nunca saiu da pequena ilha onde ela e sua irmã, Donatella, vivem com seu cruel e poderoso pai, o Governador Dragna. Desde criança, Scarlett sonha em conhecer o Mestre Lenda do Caraval , e por isso chegou a escrever cartas a ele, mas nunca obtivera resposta. Agora, já crescida e temerosa do pai, ela está de casamento marcado com um misterioso conde, e certamente não terá mais a chance de encontrar Lenda e sua trupe, mas isso não a impede de escrever uma carta de despedida a ele. Dessa vez o convite para participar do Caraval finalmente chega à Scarlett. No entanto, aceitá-los está fora de cogitação, Scarlett não pretende desobedecer ao pai. Sendo assim, Donattela, com a ajuda de um misterioso marinheiro, sequestra e leva Scarlett para o espetáculo. Mas, assim que chegam, Donattela desaparece, e Scarlett precisa encontrá-la o mais rápido possível. O Caraval é um jogo elaborado, que precisa de toda a astúcia dos participantes. Será que Scarlett saberá jogar? Ela tem apenas cinco dias para encontrar sua irmã e vencer esta jornada.
Lançamento: 19 de junho
Amazon

Desde o momento em que os agentes Markus Lébedev, da SVR, e Leslie Connelly, do FBI, se conheceram nas Ilhas Virgens, durante a missão Amos e Masmorras, algo tinha ficado bem claro: a tensão sexual e o desejo iam acabar com os dois. Agora, eles terão que trabalhar juntos para tentar desarticular uma das principais redes de tráfico humano da Rússia. Essa nova missão, nos Reinos Esquecidos, vai pôr à prova o profissionalismo, a ética e os valores de cada um. Nesse caso, dividido em duas partes, colocar o coração em risco pode significar perdê-lo para sempre. Lena Valenti volta a surpreender e a fascinar com uma trama incrível, cheia de sensualidade, amor, bom humor, originalidade e reviravoltas inesperadas e engenhosas, repletas de reencontros e de cenas de tirar o fôlego. Markus e Leslie vão cativar os leitores mais exigentes, em uma história de extremos na qual a violência e a realidade mais vil se contrapõem à ternura e à compaixão, ensinando importantes lições.
Lançamento: 21 de junho
Amazon

Inglaterra, século XVI, dinastia Tudor. O jovem Rei Eduardo VI está à beira da morte e o destino do país é incerto. Para evitar que o poder caia em mãos erradas (leia-se: nas mãos de Maria Sangrenta), Eduardo é persuadido por seu conselheiro a nomear Lady Jane Grey, sua prima e melhor amiga, como a legítima sucessora Aos 16 anos, Jane está em um relacionamento muito sério com seus livros até ser surpreendida pela trágica notícia de que terá de se casar com um completo estranho que (ninguém lembrou de contar para ela) tem um talento muito especial: a habilidade de se transformar em cavalo. E, pior ainda, descobre que está prestes a se tornar a nova Rainha da Inglaterra! Arrastada para o centro de um conflito político, Jane suspeita de que sua coroação na verdade esconde um grande plano conspiratório para usurpar o trono. Agora, ela precisa definitivamente manter a cabeça no lugar se... bem, se não quiser literalmente perder a cabeça. Um rei relutante, uma rainha-relâmpago ainda mais relutante e um nobre (e) garanhão puro-sangue que não se conformam com o destino que lhes foi reservado; uma história apaixonante, envolvente, cativante, sedutora... e mais uma porção de sinônimos que só Lady Jane seria capaz de listar. Tudo com uma leve semelhança com os fatos históricos. ...afinal, às vezes a História precisa de uma mãozinha.
Lançamento: 26 de junho
Amazon

Em um mundo em que todos são iguais, uma garota se destaca por sair do padrão. Uma história promissora e de ritmo acelerado, escrita por Rachel Vincent, autora best-seller do The New York Times. “Nós temos cabelos castanhos. Olhos castanhos. Pele clara. Somos saudáveis, fortes e inteligentes. Mas só uma de nós já teve um segredo.” Dahlia 16 vê seu rosto em toda multidão. Ela não tem nada de especial – é apenas uma entre as outras cinco mil garotas que foram criadas visando o bem da cidade. Ao conhecer Trigger 17, porém, tudo muda. Ele a considera interessante. Linda. Única. Isso significa que ele deve ser defeituoso. Quando Dahlia não consegue parar de pensar nele – nem resistir a procurá-lo, ainda que isso signifique quebrar as regras – ela percebe que deve ser defeituosa também. Mas, se ela for defeituosa, todas as idênticas também são. E qualquer genoma com defeito descoberto deve ser recolhido. Destruído. Ser pega com Trigger não apenas selaria o destino de Dahlia, mas o das cinco mil garotas com o mesmo rosto. No entanto… e se Trigger estiver certo? E se Dahlia for mesmo diferente?
Lançamento: 26 de junho
Amazon

Prestes a entrar na vida adulta, Amanda Hardy acabou de mudar de cidade, mas a verdadeira mudança de sua vida vai ser encarar algo muito mais importante: a afirmação de sua identidade. Tudo que ela mais quer é viver como qualquer outra garota. E, embora acredite firmemente que toda mudança traz a promessa de um recomeço, ainda não se sente livre para criar laços afetivos. Até que ela conhece Grant, um garoto diferente de todos os outros. Ela não consegue evitar: aos poucos, vai permitindo que Grant entre em sua vida. Quanto mais eles convivem, mais ela se sente impelida a se abrir e revelar seu passado, mas ao mesmo tempo tem muito medo do que pode acontecer se ele souber toda a verdade. Porque o segredo que Amanda esconde é que ela era um menino. Em seu romance de estreia, Meredith Russo retrata o processo de transição de uma adolescente transexual, parcialmente inspirada em suas próprias experiências. Enquanto traz à tona questões difíceis como dilemas existenciais, preconceito e bullying, o livro também fala de forma esperançosa e leve sobre amizade, descobertas e autoaceitação.
Lançamento: 30 de junho
Amazon
Mais informações »

terça-feira, 23 de maio de 2017

Jennifer L. Armentrout Anuncia Spin-off da Série LUX

Pessoal, a Jennifer L. Armentrout, autora da série LUX lançada pela a editora Valentina no Brasil, anunciou recentemente que essa série irá ganhar um spin-off.

Ela será centrado no Luc. Não sei esse já é um personagem conhecido por muito de vocês. Eu mesma não tenho muita certeza se sei quem é porque já me esqueci, apesar de eu ter quase terminado a série. rsrs Luc é um Origin - um alienígena do mesmo planeta do Daemon - e ele agora cresceu e vai ganhar a sua própria trilogia.

Sobre o contexto da trilogia, antes de você ler, é importante saber que contém spoilers sobre os futuros livros de LUX ainda não lançados no Brasil.

Bom, a proposta da trilogia traz o mundo LUX de volta quatro anos depois da devastadora guerra entre humanos e alienígenas em que uma jovem garota acaba sendo arrastada para um grupo da resistência alienígena liderado por um garoto lindo, porém nem um pouco humano, enquanto ao mesmo tempo acaba desvendando vários segredos sobre o seu próprio passado.

O primeiro livro está programado para ser lançado no exterior entre setembro e dezembro de 2018, ou seja, ainda vai demorar bastante. Por essa razão, ainda não tem nome, capa, sinopse e nem nada mais que isso por enquanto. Mas conforme as notícias forem saindo, vou atualizando o post.

Sobre LUX no Brasil, a Valentina que já lançou o 3º livro em março deste ano, informou em suas redes sociais que ainda lançará o 4º livro no final de 2017, mas não informou uma data exata. 'Origin' que é o nome original, será trazido para cá como 'Originais'

A série é composta por cinco volumes, sendo eles 'Obsidiana', 'Ônix', 'Opala', 'Originais' e 'Opposition'. Há ainda 'Oblivion', que conta a história de Obsidiana sob o ponto de vista do protagonista masculino, Daemon Black. E por fim, 'Shadows' que conta a história de como o Dawson - irmão do Daemon e da Dee - conheceu a Bethany.

Para saber mais informações sobre a série LUX e a sua ordem de leitura confira o post: 

[Ordem de Leitura] Série Lux da Jennifer L. Armentrout

Mais informações »

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Review: The Opposite of You - Rachel Higginson

Editora: Reckless Siren Publishing
Língua: Inglês
Páginas: 302
Gênero: Romance, Contemporâneo, Adulto.
Lançamento: março de 2017.
E-book Amazon BR
Jurei ficar bem longe dos homens. Todos os homens. Famosas palavras, certo? Se você está esperando alguma história épica sobre um amor relutante e a minha dramática mudança de ideia? Bem, você não vai conseguir. 
Eu sou teimosa. E cabeça dura. E acabei de sobreviver aos piores três anos da minha vida. Depois de escapar de um noivo abusivo para viver em albergues e hotéis baratos enquanto trabalhava por toda a Europa, cheguei a duas conclusões. A primeira? Agora que estou de volta, vou desperdiçar toda a minha cara educação e expertise na culinária em um food truck que terá como público alvo todas essas pessoas que rodam pelas ruas até altas horas da madrugada; O segundo? Vou provar para o idiota do outro lado da rua que a minha comida consegue ser melhor do que as espalhafatosas refeições de 5 pratos que ele prepara todos os dias. 
Killian Quinn pode ser um 'Food and Wine's Chef Para se Prestar Atenção'. Ele pode ter uma estrela Michelin. Ele pode até ter todos os críticos de comida da cidade enrolados na ponta dos dedos. Mas ele também é pretensioso e insuportavelmente arrogante e o oposto de mim. Assim, ele pode ficar com todos os seus conselhos não solicitados, suas visitas noturnas e seus sorrisos arrogantes para si mesmo. Não quero nada disso. E nem mesmo ele. Eu quero o oposto. 
Que livro meus amigos, que livro! Já havia visto infinitas recomendações sobre os livros da Rachel Higginson, mas até então eu nunca havia lido nenhum, o que é uma pena, porque agora percebo o grande potencial que ela possui. O bom é que com isso, eu já encontrei uma nova autora para amar e inclusive, já estou até lendo e amando outro livro dela. rsrs

'The Opposite of You' com certeza já se destaca como um dos meus livros favoritos do ano. Como leitores ávidos estamos sempre procurando por aquele livro especial, aquele que nos rouba o tempo, a cabeça e as vezes até mesmo a paz de espirito. E quando você começa a ler e sente que finalmente o encontrou você lembra o porque de amar ler. 

Tem algo de especial sobre essa história que ela simplesmente te faz sentir e não de forma superficial como com alguns livros que nos deparamos, mas de verdade, de forma real. Foi profundamente cativante e me fez ansiar por cada página, por cada encontro do casal, cada momento deles juntos... O enredo, o ambiente, os personagens e principalmente a construção do romance foram magicamente elaborados.

Vera aos vinte e seis anos, já teve a sua quota de corações partidos. Depois do fim de um tóxico relacionamento que destruiu não só a sua auto-confiança e o amor próprio, destruiu principalmente os seus sonhos de um dia se tornar uma grande e respeitada Chef. Com isso ela parte para a Europa afim de aperfeiçoar a sua culinária, mas depois de um ano fora, ela se vê obrigada a voltar para casa, pois o seu pai está doente e precisa de ajuda. Sem muita perspectiva no mundo da culinária, Vera precisa recomeçar e assim ela parte para o plano B, abrir o seu próprio negócio, um food truck. 

Com a ajuda do irmão que cede o estacionamento da sua loja de bicicletas de graça, ela começa todos os preparativos para a abertura do seu novo empreendimento. O único problema? O estacionamento fica bem próximo a um dos melhores restaurantes da cidade e o pior, comandado por Killian Quinn, um dos mais aclamados Chefs do Estado e possivelmente do País. Killian aliás, não fica nada feliz com a nova vizinha e faz questão que ela tome conhecimento. Decepcionada com os homens, Vera decidiu ficar bem longe de todos eles e focar única e exclusivamente em seu negócio. Mas quando você tem um Chef gato, barbudo, tatuado, que sabe que é bom no que faz e que não te deixa em paz, você sabe que está com grandes problemas.
"Eu odeio você quase tanto quanto eu odeio sal."Seus lábios se contraíram com um quase sorriso."Você não odeia sal." Ele se aproximou. "E você realmente não me odeia."
Eu AMEI o Killian! A principio, como a Vera eu também não sabia ao certo o que esperar, mas ele acabou sendo o perfeito equilíbrio de tudo. A dinâmica entre ele e a Vera foi sensacional. De inimigos à amigos, os dois traziam um no outro o que havia de melhor e isso acabava por refletir também na cozinha. Os sabores singulares da Vera inspiravam as criações do Killian e as críticas dele a desafiavam a sair da zona de conforto e se superar. Com o tempo. a autora foi sem pressa desenvolvendo passo a passo esse elo e o transformou em um romance de tirar o fôlego. 

Os pontos altos do livro não foram nem só os personagens que são cativantes e bem construídos, mas também e principalmente o ambiente em que a história foi desenvolvida. Esse meio da cozinha é muito interessante e os desafios que cercam essa profissão são muito excitantes. A autora soube explorar brilhantemente esse universo, me fazendo sentir como se eu estivesse ali vivendo naquele meio. Inclusive, lendo o livro, lembrei frequentemente de um filme muito bom que eu vi com o Bradley Cooper e a Sienna Miller chamado Pegando Fogo (Burnt), que fala bastante sobre esse mundo da culinária. Isso, também, sem falar do masterchef, claro. rsrs
"Você continua dizendo palavras como loucas e insanas e arriscadas, mas Vera, as melhores coisas da vida são todas essas citadas. Você não pode colher grandes recompensas se você não correr grandes riscos. "
Enfim, história sensacional que lhe fará se apaixonar pelo o Killian - isso é garantido -, te despertará uma imensa empatia pela a Vera e mais do que trazer o conforto de um bom romance, também lhe trará a inspiração de seguir os seus sonhos e não se acomodar.
Mais informações »

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Vem ai: Dumplin de Julie Murphy


A editora Valentina está trazendo para o Brasil um queridinho entre os jovens americanos. Trata-se de 'Dumplin', um livro que vem a explorar não só romance mas principalmente o empoderamento feminino e questões atuais como o bullying, autoconfiança e autoaceitação. 

A jovem em questão é a Dumplin, uma gordinha assumida e filha de uma ex miss. Ela aceita um emprego em uma lanchonete de fast-food e lá ela conhece um ex atleta bonitão do qual ela gosta e que aparentemente também gosta dela. Mas quando ela começa a duvidar de si mesma a única solução é ir em busca de reconquistar a sua auto-confiança, então ela resolve fazer a coisa mais assustadora que ela poderia imaginar: participar de um concurso de beleza, para mostrar ao mundo que  não só ela como qualquer pessoa, merece estar ali.

O livro está programado para chegar ao Brasil entre o fim de junho e o começo de julho. E aparentemente a autora está preparando para 2018 uma sequência para o livro focando nos personagens secundários, mas por enquanto ela ainda não deu outras informações a respeito.

Ainda sobre Dumplin, o Estúdio Disney comprou os direitos autorais do livro que está sendo produzido e escrito por Kristin Hahn e  Michael Costigan (O Segredo de Brokeback Mountain) e dirigido por Anne Fletcher (Vestida Para Casar) e (A Proposta). A atriz Jennifer Aniston já está no projeto e ela interpretará a Rosie, rainha da beleza e uma ex miss da sua cidade e que por acaso, também vem a ser a mãe da Dumplin. O filme ainda não tem data de estréia.

Bom, eu estou louca pra ler esse livro, já o tenho há um tempo, só não o li ainda porque sou enrolada mesmo, mas adoro essas histórias e acho um ótimo exemplo não só para os jovens, mas para todo mundo. Principalmente tendo em vista que o foco da história está na forma em como você e o mundo se veem e como você reage a isso.
"Eu sei que garotas gordas supostamente deveriam ser alérgicas a pscinas ou algo do tipo, mas eu amo nadar. Quero dizer, não sou idiota. Eu sei que as pessoas olham, mas ela não podem me culpar por querer me refrescar. E porque isso sequer deveria importar? Quer dizer que ter coxas enormes com celulite significa que eu preciso me desculpar?"
Confira a sinopese: 
Especialmente para os fãs de John Green e Rainbow Rowell, apresentamos uma destemida heroína e sua inesquecível história sobre empoderamento feminino, bullying, relação mãe e filha, e a busca da autoaceitação. Sob um céu estrelado e ao som de Dolly Parton, questões como o primeiro beijo, a melhor amiga, a perda de alguém que amamos demais e “estou acima do peso e ninguém tem nada com isso” fazem de Dumplin' um sucesso que mexerá com o seu coração. Para sempre. 

Gorda assumida, Willowdean Dickson (apelidada de Dumplin' pela mãe, uma ex-miss) convive bem com o próprio corpo. Na companhia da melhor amiga, Ellen, uma beldade tipicamente americana, as coisas sempre deram certo... até Will arrumar um emprego numa lanchonete de fast-food. Lá, ela conhece Bo, o Garoto da Escola Particular... e ele é tudo de bom. Will não fica surpresa quando se sente atraída por Bo. Mas leva um tremendo susto quando descobre que a atração é recíproca. Ao contrário do que se imaginava – a relação com Bo aumentaria ainda mais a sua autoestima –, Will começa a duvidar de si mesma e temer a reação dos colegas da escola. É então que decide recuperar a autoconfiança fazendo a coisa mais surreal que consegue imaginar: inscreve-se no Concurso Miss Jovem Flor do Texas – junto com três amigas totalmente fora do padrão –, para mostrar ao mundo que merece pisar naquele palco tanto quanto qualquer magricela
Mais informações »

# Compartilhar

Goodreads Skoob Facebook Twitter Pinterest

Destaques

Resenhas em Destaque



Sistema de Avaliação

Fantástico - Abalou as estruturas
Muito Bom - Gostei bastante
Bom - Dentro da média
Razoável - Meio Fraco
Péssimo - Quase difícil de terminar

Facebook

Twitter

Lendo Atualmente

Parceria

Para se tornar parceiro, entre em contato por e-mail. Saiba mais aqui: aqui.
 -

Siga por E-mail

Tecnologia do Blogger.

Vou Ler


goodreads.com

Copyright © Lápis e Livros | Traduzido Por: Mais Template - Premium Blogger Templates